Adolescente é finalmente adotada após passar 10 anos em abrigo e 24 lares diferentes

A nova mãe adotiva nunca havia planejado adotar uma adolescente, mas isso até uma jovem adorável cruzar o seu caminho.

Por
em Boas notícias

A vontade de ser mãe aliada a vontade de ajudar de Katie Holstein, de Kentucky, Estados Unidos, transformou para sempre a sua vida e da jovem Akyra. Pela primeira vez em 17 anos, Akyra finalmente tem uma família para chamar de sua.

A jovem viveu cerca de 3.739 dias em um abrigo, mas depois de 10 anos ela finalmente conheceu Katie que, inicialmente, havia a acolhido como lar temporário. Katie sempre sonhou com a maternidade, mas cansou de esperar o momento perfeito e decidiu, em 2017, acolher temporariamente crianças que viviam em abrigos.

Depois de três anos atuando como lar adotivo de crianças, 16 ao total, Katie conheceu Akyra, que pelo fato de ser adolescente, deixou a voluntária apreensiva. Isso, no entanto, não impediu que Katie desse uma chance à jovem e decidisse acolhê-la em sua casa e em seu coração.

Essa, foi uma decisão muito importante e decisiva, pois depois de um tempo convivendo juntas, elas se apegaram muito uma a outra e foi inevitável Katie mandar Akyra de volta para o abrigo. Katie disse que não imaginava dizer adeus à garota que havia aprendido a amar, então, em 25 de setembro, ela tornou isso oficial.

“É quase bom demais para ser verdade”, disse Akyra. “Com todos os outros pais adotivos, eu tive que atender às expectativas deles, e com Katie, eu posso ser eu mesma.”

Katie também adotou definitivamente um garotinho chamado Thomas, de 1 ano, que ela cuidava desde que era recém-nascido. Além da pequena grande família, amigos e familiares apoiaram e comemoraram a decisão.

“O que eu mais amo nela é o quão resistente ela é”, disse Katie ao GMA. “Mesmo que ela esteja em um orfanato por tanto tempo apenas para ficar desapontada, ela deu uma chance a mim e à minha família e se deixou ser amada novamente.”

Além de ter ganhado uma família, Akyra já tem planos futuros. Depois de terminar o ensino médio, Akyra planeja estudar aplicação da lei na faculdade. E o mais importante disso tudo é que independente do lugar que ela for, ela sabe que sempre terá o apoio de Katie. Quanto a Katie, ela planeja criar mais filhos - incluindo outro adolescente.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

webpushr